Um caminho excelente e outro ainda mais excelente! (I Cor. 12.31)

NOTA: É DE SUMA IMPORTÂNCIA RESSALTAR QUE TUDO QUE É DITO A SEGUIR É PARTE DE UM CONTEXTO MAIOR: A REALIZAÇÃO DE UMA OBRA PROFETIZADA POR HABACUQUE 1.5 E EVIDENCIADA EM ATOS 13.41, TENDO A IGREJA COMO CORPO DE CRISTO (YESHÚA). NADA OPERA FORA DO CORPO. PARA APROFUNDAR NESTE ASSUNTO, O SITE DA IGREJA CRISTÃ MARANATA: http://www.unityandrevival.org/html/portuguese/index_pt.htm É UM EXCELENTE COMEÇO. E lembre-se: a função de Ruach HaKodesh (Espírito Santo) é capacitar o homem a guardar a Lei de D'us que aponta o pecado, que na carne é impossível, para "...a santificação (apartar-se do pecado), sem a qual ninguém verá o Senhor," (Hb. 12.14). QUEM É CANDIDATO A CIDADÃO DO CÉU? "...os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus." (Ap. 14.12). Além deste blog, saiba mais sobre a Obra do Espírito Santo aqui.

Shemá

שמע ישראל י-ה-ו-ה אלקינו י-ה-ו-ה אחד

Shemá Yisrael Adonai Elohêinu Adonai Echad

"ואת ישוע (ישו) אמר לו: קודם כל המצוות היא, שמע,ישראל, אדוני אלוהינו אדוני אחד." Mc. 12:29

"E Yeshua (Jesus) respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor." Mc. 12:29

"Errais, não conhecendo as ESCRITURAS, nem o PODER de D'us. (Mt. 22.29).

"À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, nunca verão a alva." (Is. 8.20).

"...aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus." (Ap. 14.12).

"Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade." (II Cor. 13.8).

Powered by Google Tradutor
"...à meia-noite, ouviu-se um clamor..."
Mt. 25.6
Lucas 21.25 E haverá sinais no sol, e na lua, e nas estrelas, e, na terra, angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas; 21.26 homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo, porquanto os poderes do céu serão abalados. 21.27 E, então, verão vir o Filho do Homem numa nuvem, com poder e grande glória.

"Vede entre as nações, e olhai, e maravilhai-vos, e admirai-vos; porque realizo, em vossos dias, uma obra, que vós não crereis, quando vos for contada." (Habacuque 1.5, profecia cumprida em Atos 13.41).

"E há de ser que, depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões." (Joel 2.28, profecia cumprida em Atos 2.16).

"Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar." (Atos 2.39, o derramar do Espírito não foi só para aqueles que estavam reunidos no dia de Pentecostes, mas para todos os que viriam a crer até a volta de Yeshúa, Jesus);

"os quais, tendo descido, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo." (Atos 8.15, o derramar do Espírito não foi só para aqueles que estavam reunidos no dia de Pentecostes, mas para todos os que viriam a crer até a volta de Yeshúa, Jesus);

"(Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido, mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus.)" (Atos 8.16, o derramar do Espírito não foi só para aqueles que estavam reunidos no dia de Pentecostes, mas para todos os que viriam a crer até a volta de Yeshúa, Jesus);

"Então, lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo." (Atos 8.17, o derramar do Espírito não foi só para aqueles que estavam reunidos no dia de Pentecostes, mas para todos os que viriam a crer até a volta de Yeshúa, Jesus);

"E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra." (At. 10.44, o derramar do Espírito não foi só para aqueles que estavam reunidos no dia de Pentecostes, mas para todos os que viriam a crer até a volta de Yeshúa, Jesus);

"E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas e profetizavam." (Atos 19.6, o derramar do Espírito não foi só para aqueles que estavam reunidos no dia de Pentecostes, mas para todos os que viriam a crer até a volta de Yeshúa, Jesus).

"Pelo que diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro e deu dons aos homens.” (Ef. 4.8).

"...este vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.” (Lc. 3.16).

"Pois, se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?.” (Lc. 11.13).

"Mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.” (Jo. 14.26).

Entende-se por Obra do Espírito Santo, a Obra iniciada no dia de Pentecostes descrita em At. 2.14 com a descida do Espírito Santo (Lc 3.16) acompanhada de sinais por meio dos dons (I Cor. 12.8-11). Obra esta profetizada por Habacuque 1.5 (Atos 13.41) e Joel. 2.28 (At. 2.16), prometida a todos os que viriam a crer (Atos 2.39; 8.15-17; 10.44; 19.6). Essa Obra não é exclusividade de A ou B a despeito de ser revelada e confiada a um ou outro grupo, cuja realização e perenidade é diretamente proporcional a liberdade ou privação da ação do Espírito Santo na igreja. Em função disso, algumas igrejas perderam a genuína Obra por restringirem a operação do Espírito Santo.

Conceito de Obra segundo o Presbitério Espírito Santense da Igreja Cristã Maranata: "É a realização de um projeto irretocável, estabelecido na Eternidade por Deus, gerenciado pelo Espírito Santo à disposição da Igreja Fiel em todas as épocas."

A Congregação Cristã do Brasil fundada pelo italiano Luigi Francescon, vindo para o Brasil em 20 de abril de 1910, juntamente com as Assembléias de D'us, fundadas por dois jovens suecos, Gunnar Vingren e Daniel Berg, que aportaram em Belém, capital do estado do Pará em 19 de novembro de 1910, vindos de Chicago, EUA, por uma ordem divina mediante uma profecia, foram pioneiras do Movimento Pentecostal no Brasil. Clique aqui e saiba um pouco mais da história do Movimento Pentecostal.

A Igreja Cristã Maranata é um exemplo de igreja que crê e em que há a operação do Batismo com o Espírito Santo e dos dons espirituais com a ordem e decencia descrita por Paulo em I Cor. 12.8-11. Outrossim, o Senhor a tem despertado para alguns pontos fundamentais da Sua Palavra, com destaque para: Jesus, Cabeça da Igreja, Igreja, Corpo de Cristo, 9 Dons Espirituais e 5 Ministérios (Governo) e A Unidade do Corpo. Pastores e líderes de igrejas que estejam interessados em conhecer mais sobre a Obra do Espírito Santo e as 7 Teses listadas na Homepage Unidade e Avivamento, clique aqui, e faça contato em quaisquer idiomas. O Senhor Jesus voltará para encontrar-se com uma Igreja que vive como um Corpo, guiada pelo Cabeça, o Senhor Jesus Cristo, por meio do Espírito Santo. Maranata! O Senhor Jesus vem! (1 Cor. 16.22)


PROFECIAS SOBRE A OBRA DO ESPÍRITO SANTO:

"Vede entre as nações, e olhai, e maravilhai-vos, e admirai-vos; porque realizo, em vossos dias, uma obra, que vós não crereis, quando vos for contada." (Habacuque 1.5). Citado em Atos 13.41.

"E há de ser que, depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões." (Joel 2.28). Citado em At. 2.16.


CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS ACERCA DA OBRA DO ESPÍRITO SANTO:

Atos dos Apóstolos

2.14 Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a voz e disse-lhes: Varões judeus e todos os que habitais em Jerusalém, seja-vos isto notório, e escutai as minhas palavras.

2.15 Estes homens não estão embriagados, como vós pensais, sendo esta a terceira hora do dia.

2.16 Mas isto é o que foi dito pelo profeta Joel:

2.17 E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos jovens terão visões, e os vossos velhos sonharão sonhos;

2.18 e também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e minhas servas, naqueles dias, e profetizarão;

2.19 e farei aparecer prodígios em cima no céu e sinais em baixo na terra: sangue, fogo e vapor de fumaça;

10.47 Respondeu, então, Pedro: Pode alguém, porventura, recusar a água, para que não sejam batizados estes que também receberam, como nós, o Espírito Santo?;

2.19 e farei aparecer prodígios em cima no céu e sinais em baixo na terra: sangue, fogo e vapor de fumaça;

13.41Vede, ó desprezadores, maravilhai-vos e desvanecei, porque eu realizo, em vossos dias, obra tal que não crereis se alguém vo-la contar.

A Obra do Espírito Santo acompanhada de sinais e maravilhas (dons espirituais sobrenaturais) realizada no Pentecostes e detalhada no livro de Atos dos Apóstolos, é para todos os que viriam a crer.

"Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos e a todos os que estão longe: a tantos quantos Deus, nosso Senhor, chamar." (Atos 2.39);

"os quais, tendo descido, oraram por eles para que recebessem o Espírito Santo." (Atos 8.15);

"(Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido, mas somente eram batizados em nome do Senhor Jesus.)" (Atos 8.16);

"Então, lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo." (Atos 8.17);

"E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra." (At. 10.44);

"E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas e profetizavam." (Atos 19.6).


Um caminho excelente!

"Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados." (I Cor. 12.2). Agora tens um D'us que vos fala.

"Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes." (I Cor. 12.1).

"Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo." (I Cor. 12.4).

"E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo." (I Cor. 12.5).

"E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos." (I Cor. 12.6). Exemplo: Filipe arrebatado (At. 8.39, 9.3).

O Batismo com o Espírito Santo ("...este vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. (Lc. 3.16) acompanhado de dons espirituais conforme descrito por Paulo em I Cor. 12.8-11 é para todos os que viriam a crer (At. 2.39, 8.15-17, 10.44, 19.6). Os dons espirituais tem a finalidade de edificação da igreja (I Cor. 14.12) "porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos." (I Cor. 13.9). A Igreja de Atos dos Apóstolos era dotada de dons (visão: At. 1.10, 8.26, 9.10, 9.12, 10.3, 10.11, 10.31, 18.9; dom de línguas (não foi só no Pentecostes): At. 2.4, 10.46, 19.6; dom de interpretação das línguas: At. 2.6; dons de curar: At. 3.6, 5.15, 9.34, 28.8; revelação: Atos 8.29, 10.19, 13.2, 20.23; operação de maravilhas: At. 9.40; dom da profecia: At. 15.32, 19.6, 21.9, 21.10; discernimento de espíritos: At. 16.18 ). Entretanto, é melhor a igreja não ter nenhum dom de um total de nove (I Cor. 12.8), a saber, 1º) dom da sabedoria, 2º) dom da ciência, 3º) dom da fé, 4º) dons de curar, 5º) dom de operação de maravilhas, 6º) dom da profecia, 7º) dom de discernir os espíritos, 8º) dom de variedade de línguas, 9º) dom de interpretação das línguas, se não tiver o primeiro e o sétimo, o dom da sabedoria e o dom de discernimento de espíritos. Estes dois dons colocam em ordem os demais. Um detalhe muito importante, os dons têm que ser exercidos no Corpo. O que é isso? Não existe essa de ovelha sair por aí entregando profecias ou quaisquer outros dons isoladamente. Tem que ter governo. Tudo deve ser feito no Corpo, a Igreja, formada por 5 ministérios (Ef. 4:11) - apóstolo, profeta, evangelista, pastor e mestre para que tudo seja feito com ordem e descência e concorra para a glória de D'us (At. 2.42, 46, I Cor 12:27, Ef. 1:22, 23).


"...um caminho ainda mais excelente."(I Cor. 12.31). QUE CAMINHO É ESSE? LEIA A SEGUIR E DESCUBRA.


I Cor. 13.1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse caridade, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
13.2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse caridade, nada seria.
13.3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse caridade, nada disso me aproveitaria.
13.4 A caridade é sofredora, é benigna; a caridade não é invejosa; a caridade não trata com leviandade, não se ensoberbece,
13.5 não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
13.6 não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
13.7 tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
13.8 A caridade nunca falha; mas, havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
13.9 porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos.
13.10 Mas, quando vier o que é perfeito, então, o que o é em parte será aniquilado.


E LEMBRE-SE:


Mateus 7.22 Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas?
7.23 E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.
7.15 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.
7.16 Por seus frutos os conhecereis. Porventura, colhem-se uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos?
7.17 Assim, toda árvore boa produz bons frutos, e toda árvore má produz frutos maus.
7.18 Não pode a árvore boa dar maus frutos, nem a árvore má dar frutos bons.
7.19 Toda árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.
7.20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.
7.21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
7.12 Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Como Receber o Dom do Espírito Santo | por John Piper |


John Piper fala sobre a experiência do batismo com o Espírito e a evidência das línguas


Enfatizando a Experiência do Batismo com o Espírito
Agora o lado positivo que quero dizer acerca do ensino pentecostal moderado (representado pelos Bennets) é que é correto destacar a realidade experiencial de receber o Espírito. Quando lemos o Novo Testamento de maneira honesta, não podemos evitar ter a impressão de uma vasta diferença de muitas experiências cristãs contemporâneas. Para os cristãos do NT o Espírito Santo era uma realidade de experiência. Para muitos cristãos hoje é realidade dedoutrina. Certamente a renovação carismática tem algo a nos ensinar aqui. Em igrejas sacramentais o dom do Espírito Santo é virtualmente equiparado ao batismo nas águas. No evangelicalismo protestante é equiparado ao trabalho subconsciente de Deus na regeneração que você apenas tem porque a Bíblia te diz que você tem se você crer. É fácil imaginar um conselheiro espiritual dizendo a um novo convertido hoje: “Não espere notar nenhuma diferença; simplesmente creia que você recebeu o Espírito”. Mas tal coisa está longe do que vemos no NT. Os pentecostais estão certos em enfatizar a experiência de ser batizado com o Espírito.   
Quatro Razões Pelas Quais É Correto Enfatizar a Experiência
Eis aqui quatro razões extraídas de Atos.
1. Terminologia
O próprio termo “batizado com o Espírito Santo” (1.5; 11.16) implica uma imersão na vida do Espírito. “João batizou com água; mas vós sereis batizados com o Espírito” Se o Espírito te cobre como um batismo, não podemos imaginar o Espírito entrando de maneira sorrateira e quieta enquanto você dorme e fazendo morada de maneira imperceptível. Essa pode ser a forma que se inicia (Paulo pode ter tido isso em mente em 1 Coríntios 12.13), mas se termina aí, Jesus e Lucas não chamariam tal coisa de batismo com o Espírito.
2. Poder, Ousadia e Confiança
Jesus diz em Atos 1.5 e 8 que o batismo com o Espírito significa: “mas recebereis a (virtude) poder… e ser-me-eis testemunhas”. Isso é uma experiência de ousadia, confiança e vitória sobre o pecado. Um cristão sem poder é um cristão que necessita do batismo com o Espírito Santo. Estou ciente de que em 1 Coríntios 12.13 Paulo diz que batismo com o Espírito é um ato de Deus pelo qual nós nos tornamos parte do corpo de Cristo na conversão, de maneira que em sua terminologia todos os que se converterem genuinamente foram batizados com o Espírito. Mas temos cometido injustiça em limitar o entendimento de Paulo do batismo com o Espírito Santo como este ato divino, inicial e subconsciente na conversão e então forçando toda a teologia lucana em Atos dentre desse pequeno molde. Não há motivo para pensar que até mesmo para Paulo o batismo com o Espírito Santo estava limitado ao momento inicial da conversão. E certamente no livro de Atos o batismo com o Espírito Santo é mais que um ato divino subconsciente de regeneração- é uma experiência consciente de poder (Atos 1.8).
3.  O Testemunho de Atos
Na verdade a terceira razão que me faz pensar isso é que quando pegamos uma concordância e procuramos em todas as passagens em Atos onde o Espírito Santo trabalha nos cristãos, nunca é de forma subconsciente. Em Atos o Espírito Santo não é uma influência silenciosa, mas experimentação de poder. Cristãos experimentavam o batismo com o Espírito Santo. Eles não apenas acreditavam que isso acontecia porque um apóstolo disse que tal coisa aconteceria.
4.  A Consequência da Fé
A quarta razão pela qual devemos enfatizar a experiência do batismo com o Espírito Santo é que em Atos os apóstolos ensinam que o batismo é uma conseqüência da fé, não uma causa subconsciente de fé. Como um calvinista convicto eu creio de todo coração que a graça de Deus precede e capacita a fé salvífica. Nós não iniciamos nossa salvação ao crermos em Deus. Deus inicia a salvação nos capacitando a crer (Efésios 2.8-9; 2 Timóteo 2.25; João 1.13). Mas este trabalho regenerador do Espírito de Deusnão é o limite do que            Pedro quer dizer por batismo com o Espírito. Em Atos 11.15-17 Pedro relata como o Espírito Santo desceu sobre Cornélio assim como nos discípulos em Pentecostes: “E, quando comecei a falar, caiu sobre eles o Espírito Santo, como também sobre nós ao princípio.E lembrei-me do dito do Senhor, quando disse: ‘João certamente batizou com água; mas vós sereis batizados com o Espírito Santo’.Portanto, se Deus lhes deu o mesmo dom que a nós, quando havemos crido no Senhor Jesus Cristo, quem era então eu, para que pudesse resistir a Deus?”Note que o dom do Espírito, ou batismo com o Espírito, é precedido pela fé. A versão NASB corretamente diz no versículo 17 que Deus deu o Espírito Santo após eles crerem. De maneira que o batismo do Espírito (v.16) ou o recebimento do dom do Espírito (v.17) não pode ser a mesma obra de Deus antes da fé que capacita a fé (que Luca fala em 2.39; 5.31; 16.14; 11.18; 15.10; 14.27). O batismo com o Espírito é uma experiência do Espírito dada após fé para fé.
Receber o Espírito é uma Experiência Marcante
É por isso que Paulo pode dizer em Atos 19.2 quando ele encontra os confusos discípulos de João Batista: “Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes?” O que um evangélico protestante contemporâneo diria em resposta a esta pergunta? Creio que diríamos algo como: “acho que nós automaticamente recebemos o Espírito Santo quando cremos. Não entendo como você pode me perguntar tal coisa?” Como Paulo pôde fazer esta pergunta? Ele a fez, penso, porque receber o Espírito Santo é uma experiência real. Há marcas na sua vida. E a melhor forma de testar a fé daqueles assim denominados discípulos é lhes perguntar acerca de sua experiência do Espírito. Isto não é diferente do que Paulo disse em Romanos 8.14: “Porque todos que são guiados pelo Espírito estes são filhos de Deus” (ver 2 Coríntios 13.5 e 1 João 3.24; 4.12-13). Eu, às vezes, temo que nós tenhamos redefinido tanto nossa conversão em termos de decisões humanas e que tenhamos retirado toda a necessidade da experiência do Espírito de Deus que muitas pessoas pensam que são salvas quando, na verdade, elas apenas possuem idéias cristãs em suas cabeças, não poder espiritual em seus corações.
Então, veja, a questão real que os carismáticos levantam para agente não é a questão das línguas. Em si mesma a língua é relativamente sem importância. A verdadeira contribuição valiosa  da renovação carismática é sua implacável ênfase na verdade que receber o dom do Espírito é uma experiência real marcante. O cristianismo não é meramente uma compilação de idéias gloriosas.  Não é meramente o desempenho de rituais e sacramentos. É uma experiência real marcante do Espírito Santo por meio da fé em Jesus Cristo, o Senhor do universo.
Duas Coisas que Caracterizam Esta Experiência
Poderíamos falar por horas acerca do que é a experiência. Na verdade, a maioria das mensagens são apenas isso, descrições da experiência do Espírito de Deus na vida do cristão. Mas eu mencionarei duas coisas do livro de Atos-coisas que marcam a experiência de ser batizado com o Espírito Santo ou de receber o dom do Espírito.
1. Um Coração de Adorador
Um é o coração de adorador. Em Atos 10.46 os discípulos sabiam que o Espírito Santo havia sido derramado, porque “os ouviam falar línguas e exaltar (ou magnificar) a Deus” Falar em línguas é uma forma particular de liberar o coração de exaltação. Ela pode ou não estar presente. Mas uma coisa é certa: o coração no qual o Espírito Santo foi derramado irá parar de se magnificar e começará a magnificar a Deus. Adoração sincera e louvor é a marca de uma experiência real do Espírito Santo.
2. Obediência
A outra marca que mencionarei é a obediência. Em Atos 5.29 Pedro e os apóstolos dizem aos saduceus que os haviam prendido: “Importa antes obedecer a Deus que aos homens.” Então no versículo 32 ele diz: “Somos testemunhas destas coisas, e bem assim o Espírito Santo, que Deus deu àqueles que lhe obedecem” (“Deu” é passado simples; “obedecer” é presente, presente contínuo) É inevitável que quando o objeto de adoração de nosso coração muda, nossa obediência muda. Quando Jesus te batizar com o Espírito Santo e te injetar um novo sentido da glória de Deus, você terá um novo desejo e um novo poder (1.8) para obeceder. Se você fala ou não em línguas, você experimentará estas duas coisas se for batizado com o Espírito Santo-um novo desejo para magnificar a Deus e uma disposição poderosa para obedecer a deus no cotidiano.
Tradução: Pr Wellington Mariano
http://www.desiringgod.org/resource-library/sermons/how-to-receive-the-gift-of-the-holy-spirit (acesso dia 31/05/2011)



Permissões: É permitido e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que você não alteram a formulação de qualquer maneira e não cobrar uma taxa além do custo de reprodução.O destacamento de web, um link para este documento em nosso site é o preferido.Qualquer exceção ao acima deve ser aprovado pelo Desejando Deus.
Por favor inclua a seguinte declaração sobre qualquer cópia distribuída: Por John Piper.© Desejando Deus.Website: desiringGod.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mui prezado amigo e irmão visitante e seguidor deste singelo blog, informo-lhe que por indisponibilidade de tempo, nem sempre será possível responder a todas as postagens que de antemão sou imensamente grato e peço desculpas.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares